quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Recomeçar

Faz exactamente 11 meses desde o meu último post. Pode parecer propositado, mas tratou-se de um mero acaso, uma coincidência feliz. Lembrei-me assim, meio que do nada, deste blog, esquecido e abandonado entre tantos outros da blogosfera. Tinha noção que o meu último post tinha sido, justamente, a prometer ser mais activa, a escrever mais, a não o deixar largado. Porque a verdade é que escrever faz-me bem. Com muito ou pouco público, escrever é algo que me alivia nos momentos maus, me diverte e me distrai. Desta vez não vou fazer promessas vãs. Mas vou tentar manter em mente com me é importante escrever. E se alguém desse lado estiver a ler, olá :)

Muito se passou neste (quase) um ano. Novidades, muitas, mas aos poucos lá irei. Quero recomeçar este blog, a abordar um tema que evito, mesmo na minha esfera pessoal. E quero fazê-lo porque preciso de o desmistificar na minha mente, preciso encara-lo com mais naturalidade, não me sentir constrangida por o admitir, como se fosse um segredo feio que me envergonha. Porque, pensando bem, qual o mal de sofrer de ansiedade?